Prova de maturidade

Carce de 900 pessoas lotaram a plateia do São Mamede na noite de quarta-feira. Com tudo para dar errado, o concerto dos Nouvelle Vague deu certo. Bem certo. Foi, no essencial, uma prova de maturidade. Da sala, da cidade enquanto palco cultural e do público vimaranense.

O São Mamede combate a postura aburguesada dos vimaranenses. Habituamo-nos à cultura ao fim-de-semana, mas temos dificuldade em aceitar um concerto a meio da semana (mea culpa). A sala arriscou e ganhou, na senda do que vem acontecendo nos últimos meses: espectáculos com público sólido, a pedir casa cheia.

O concerto de quarta-feira foi também uma prova de vitalidade do público local, pela forma como correspondeu à chamada e encheu a sala (mesmo à hora do futebol). Mas não havia só vimaranenses no São Mamede. Havia muita gente de fora, o que mostra  a vitalidade da cidade enquanto palco de cultura. Não há mais nenhuma cidade de média dimensão que tenha dois centros culturais a funcionar com esta vitalidade.

Quanto ao espectáculo, as comparações com o concerto de há um ano, na mesma sala, são inevitáveis. Ganha o primeiro. O alinhamento, os "números" na interacção com o público e a apresentação das canções peca pela semelhança. Valeram, ao menos, músicas novas, do próximo album da banda. Blister in the Sun tem uma muito boa versão.

O São Mamede vai continuar a apostar na música. A única banda de culto que este país tem estará lá em Março. Ver Mão Morta em Guimarães é uma espécie de sonho pessoal que vou poder concretizar.

3 reacções:

Pantic | 13:19

Não fui, mas fico contente por ter sido um sucesso, já fui lá ver alguns concertos e acho que é um sitio que os Vimaranenses têm que acarinhar, porque faz
falta a cidade. Os Mão Morta, lembro-me de um concerto deles no antigo "crocudile"ou "crocodilo"já não me recordo do nome, ali em frente ao estádio.
Agora espero que os vimaranenses compareçam ao CCVF, para ver os X-Wife, no concerto no S. Mamede o público não aderiu muito.E para reforçar e confirmar a tua afirmação de Guimarães como centro cultural, deixo aqui um excerto de uma entrevista dos X-Wife ao meu blogue,"Tocamos em Guimarães duas vezes, é uma cidade maravilhosa com óptimos locais para se tocar. Fomos sempre bem recebidos e esperamos que as pessoas tenham noção que são poucos os locais em Portugal onde se podem encontrar eventos em locais como os que se encontram em Guimarães."

Riot | 13:40

Ornatos também é banda de culto, pá!

Samuel Silva | 18:54

São mais ou menos de culto, Rui. Explico: morreram cedo e só têm dois albuns. Mas eram fabulosos, claro.