Dúvida que me assalta

O que leva o Diário do Minho a dar, dia após dia, cobertura a um microorganismo político como Manuel Monteiro?

4 reacções:

Anónimo | 10:49

Será que ele precisa de algum assessor quando for deputado?

Luísa Teresa Ribeiro | 02:58

Caro Samuel,

Como leitor atento do Diário do Minho, já deve ter notado que Manuel Monteiro escreve quinzenalmente um artigo de opinião neste jornal, num espaço aberto a pessoas de diferentes quadrantes políticos, seja sob a forma de colaborações regulares ou esporádicas, seja através de cartas ao director. O jornal tem ainda outro espaço de opinião, que se chama “Cidadania”, na última página, também aberto à participação dos leitores.

Este espaço de opinião não invalida que Manuel Monteiro seja alvo de tratamento noticioso nas páginas do jornal, à semelhança do que se passa com outras pessoas e instituições.

Manuel Monteiro tem tido algumas iniciativas mediáticas na região, que têm merecido cobertura noticiosa por parte do Diário do Minho, mas também de jornais de âmbito nacional, como o Público ou o Sol (que até fez manchete com uma denúncia que partiu do líder do PND), para citar apenas dois exemplos. Creio, portanto, que a sua questão acerca dos critérios de noticiabilidade não se deve dirigir apenas ao Diário do Minho. Pode começar por perguntar no Público...

Samuel Silva | 14:58

Cara Luísa,

Quando escrevi o post não me tinha apercebido que o Público tinha dado eco às tomada de posição de Manuel Monteiro. Obivamente que a pergunta que aqui fiz ao DM se estende aos outros jornais.

Do mesmo modo, não me lembrei do espaço de opinião que MM mantem no jornal e não vejo que esse seja de alguma forma motivo para explicar a sua constante exposição nas vossas páginas.

Há aqui, no entanto, uma ressalva: Tenho visto MM repetidas vezes no DM e não esporadicamente ou quando as suas acções atingem maior grau de importância.

Além disso tenho feito um esforço para perceber que critérios de noticiabilidade presidem à cobertura de MM e do incipiente PND. Daí a questão deste post.

francisco | 16:06

Amigo Samuel:

Quando conquistar maturidade para entender coisas importantes verá que as dúvidas serão muitas mais... Até lá, sinta-se feliz por ter apenas uma dúvida a assaltá-lo. Mas permita-se errar, porque corre o risco de ser um duplicado de um senhor que também raramente tinha dúvidas...