Pompey, go home!

Há que ter confiança para a 1ª eliminatória da Taça UEFA. O Portsmouth é um novo-rico do futebol inglês, com muitos nomes, um orçamento obsceno e o mais velho troféu do mundo do futebol na mão. Mas é um adversário que o Vitória não deve temer. Num dia bom, Cajuda arruma Redknap. Vale a pena ler o comentário do Luís Freitas Lobo vimaranense.

Quanto aos restantes clubes nacionais, temo que apenas o Braga siga em frente.

6 reacções:

SicGloriaTransitMundi (Miguel Silva) | 14:32

O Luis Freitas Lobo vimaranense esqueceu-se apenas de uma coisa, meu caro:O Nico Kranjcar está lesionado! E pelo que parece, não jogará contra nós!!!

Paulo Lopes | 17:05

Li isso logo a seguir a escrever o texto no site do Vitória. São excelentes notícias para todos nós. Apesar de que com um plantel daqueles....

Braga Olé | 12:12

Para eleminar o Vitorinha, não é preciso ganhar nenhum jogo, basta empatar a (zero) em casa e com golos no Afonsinho do condado.
E eu tenho fé

Pedro Morgado | 20:39

Caro Samuel,

Ao contrário do que se tem dito, a adversário do Braga está longe de ser fácil.

Abraço

Samuel Silva | 23:17

Primeiro em forma de brincadeira, Pedro: o Braga podia temer o Arte Grande. Agora o ArtMédia? Parece acessível.

E eu sei que vos custa sempre jogar contra equipas de preto e branco :)

Mais a sério: não é um clube muito superior aos que o Braga defrontou na Intertoto. Tem escola, parece consistente, mas é um adversário que o Braga vai passar com facilidade para voltar a estar na fase de Grupos.

Vimaranes | 11:06

O Pedro tem razão. Ao contrário do que se tem dito, o adversário que calhou ao Braga é bem difícil. Afinal de contas estamos perante o actual oitavo classificado do campeonato eslovaco, que como todos sabemos é um dos mais entusiasmantes, disputados e reputados do mundo. Ainda assim, o Braga teve sorte, porque pior seria se tivesse calhado em sorte o sétimo classificado. Aí, seria de facto um duro golpe na estratégia bracarense.

Enfim, Pedro, admitir que o jogo não são favas contadas é uma coisa, agora escamotear que o Braga vai defrontar um clube fraco (em virtude de ter sido cabeça de série) e por isso tem a obrigação de passar, é demais.