"Jesus é fiel e justo"

A surpresa chegou no início da semana: Jorge Jesus tinha sido distinguido como treinador de futebol do ano na Europa. A comunicação social em peso deu eco da novidade, o que levou muito boa gente a acreditar que o homem que passou pelo Vitória e Moreirense em situações de aflição tinha atingido o topo.

Nada mais falso. O desmentido chegou ontem, revelando que Jesus tinha, afinal, sido apenas convidado a estar presente na cerimónia de atribuição do galardão pela Soccerex.

Descontando o ridículo da situação, esta levanta mais uma vez a questão da credibilidade (e da credibilização) das fontes pelos jornalistas. A confirmar-se que Jesus foi a fonte em causa própria a situação é ainda mais grave.

O que leva um jornalista a reproduzir acriticamente uma informação? E a aceitar como fonte parte interessada do assunto?

Parece que situações como esta não fizeram ninguém aprender. A mim fazem-me corar de vergonha da classe.

post scriptum - aproveito para informar que o Colina Sagrada foi eleito o blog do ano nos países de Língua Oficial Portuguesa.

2 reacções:

sicgloriatransitmundi (Miguel Silva) | 16:15
Este comentário foi removido pelo autor.
sicgloriatransitmundi (Miguel Silva) | 16:17

Parabéns Samuel!!!

Continua com o bom trabalho!!!

Cá estaremos para te ler, comentar...e "dar na cabeça", sempre que for caso disso!!!