[foto]

Parque da Cidade, Fevereiro de 2005.
Não me volto a sentar ali.

1 reacções:

Joaquim | 10:36

Caro Samuel: para quem frequenta com regularidade o parque da cidade, como é o meu caso (e o teu), não deixa de causar certa estranheza o relativo silêncio em torno da investida imobiliário... por mais argumentação de legitimação que a dita tenha.